Username:

Password:

Fargot Password? / Help

História da Rede GTA

Uma rede de comunidades da floresta.

Em 1992, quando uma conferência mundial no Rio de Janeiro reconheceu que o futuro do planeta dependeria do meio ambiente, movimentos sociais ecoaram em todos os continentes que esse futuro ambiental também estava ligado com uma outra justiça social e cultural. Nesse contexto foi criado o Grupo de Trabalho Amazônico, rede que envolve mais de 600 entidades representa-tivas de agricultores, extrativistas, indígenas, quilombolas, quebra-deiras de coco babaçu, pescadores, ribeirinhos, entre outras.

Alcance da Rede

Criada para promover a participação das comunidades da floresta nas políticas de desenvolvimento sustentável. A Rede GTA é formada por 20 regionais em nove estados da Amazônia Legal. Com a ajuda de suas regionais, a rede vem gerando novas políticas e atitudes ao lado de seus parceiros e fóruns socioambientais. Por meio de projetos e mobilizações mostra que os maiores guardiões da biodiversidade estão nas florestas, e que a cooperação desses povos é essencial para encontrar o rumo da sustentabilidade.

A Amazônia Brasileira

Oitenta países possuem florestas tropicais. O Brasil detém 1/3 das florestas tropicais que sobram no mundo. A Bacia Amazônica representa 1/5 da água derramada no oceano por todos os rios do planeta, cobre 3,89 milhões Km² no território brasileiro e representa a maior biodiversidade do Planeta. Ela abriga cerca de 25% espécies vegetais e animais do mundo.

Populações da Amazônia

As populações tradicionais da Amazônia são as verdadeiras guardiãs da floresta. A sua presença é fundamental para conter o avanço da fronteira agropecuária e das ações predatórias do homem. Apoiar estas comunidades e projetos locais é a melhor estratégia de futuro para a região. Mais de 6,5 milhões de pessoas vivem em áreas rurais na Amazônia. A maioria das comunidades extrativistas e indígenas carecem de rede pública de saúde, remédios, saneamento básico, educação e de oportunidades de trabalho.

Notícias da Rede GTA

julho 17, 20146 days ago

PROJETO DE LEI 7735/2014 INOVA ALGUNS PONTOS, MAS FALHA NA PROTEÇÃO DOS DIREITOS DOS POVOS INDÍGENAS E TRADICIONAIS

Projeto de lei (7735/2014) que regula acesso ao patrimônio genético e aos conhecimentos tradicionais associados inova em alguns pontos, mas falha na proteção dos direitos de povos indígenas e tradicionais. Encontra-se em tramitação no Congresso Nacional o projeto de lei (PL 7735/2014), encaminhado pelo governo ao Congresso Nacional em junho de 2014, e que tramita em regime de urgência. O projeto pretende implementar a Convenção da Diversidade Biológica no Brasil, regulamentando o acesso aos recursos genéticos e aos conhecimentos tradicionais associados e a repartição dos benefícios derivados da utilização da biodiversidade. Read more
julho 11, 201411 days ago

BRASIL NÃO RATIFICA PROTOCOLO DE NAGOYA

O prazo para o Brasil garantir assento à mesa das negociações sobre as regras internacionais da Convenção sobre a Diversidade Biológica (CDB) no mundo se esgotou. O Protocolo de Nagoya sobre Acesso a Recursos Genéticos e Repartição Justa e Equitativa de Benefícios Derivados de sua Utilização está prestes a entrar em vigor. O Protocolo foi adotado em 2010 no âmbito da CDB e os países interessados tiveram até a última semana para o ratificarem. O Secretário da CDB, o brasileiro Bráulio Dias afirma que, “para o Protocolo de Nagoya entrar em vigor em 2014 são necessárias as assinaturas de pelo menos 50 países, o protocolo só começa a valer para o país 90 dias depois que ele apresenta seu voto na ONU”. Read more
julho 4, 201418 days ago

O PROTOCOLO DE NAGOIA SOBRE ACESSO E REPARTIÇÃO DE BENEFÍCIOS, OS CONHECIMENTOS TRADICIONAIS SOBRE A BIODIVERSIDADE E AS NOVAS TECNOLOGIAS

O princípio da repartição justa e equitativa dos benefícios gerados pelo uso de conhecimentos tradicionais em produtos comerciais constitui a base de um instrumento de mercado que visa reconhecer, via pagamento por serviços ambientais, o papel desempenhado por povos indígenas e comunidades tradicionais na manutenção, reprodução e desenvolvimento, de saberes únicos sobre a biodiversidade. Read more
julho 2, 201420 days ago

ESFORÇOS PARA ALCANÇAR AS METAS DE AICHI PARA A BIODIVERSIDADE DEVEM SER REDOBRADAS

O avanço em direção ao cumprimento do Plano Estratégico para a Biodiversidade 2011-2020 e suas 20 metas, definidas sob a Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB), não está sendo rápido o suficiente, é o que aponta uma série de documentos divulgados após reuniões técnicas realizadas na semana passada. Read more
Pages:12345...6061