0
abril 3, 2012 Posted by GTA in Notícias na mídia

Manejo sustentável é tema de reunião em Brasília

Representantes de oito países participam de encontro em Brasília. O objetivo é avaliar o Programa de Investimentos em Florestas, iniciativa de alcance internacional que destina recursos financeiros para o manejo sustentável.

Os países-piloto do Programa de Investimentos em Florestas (Fip, na sigla em inglês) reuniram-se nesta segunda-feira (2) em Brasília. Durante o encontro, que vai até quarta-feira (4), representantes de oito países (Brasil, Burkina Faso, República Democrática do Congo, Gana, Indonésia, Laos, México e Peru ) falarão sobre iniciativas de sucesso em seus territórios e discutirão o que é preciso melhorar na implementação do programa.

O Fip é iniciativa de alcance internacional, que destina recursos financeiros para o manejo sustentável de florestas e redução de emissões dos gases do efeito estufa causadas por desmatamento. O programa é uma das iniciativas do Fundo de Investimento no Clima (CIF, na sigla em inglês). Criado em 2007, funciona graças a doações de países como Austrália, Dinamarca, Espanha, Japão, Noruega, Reino Unido e Estados Unidos, que reservam verba para os países-piloto. Atualmente, possui US$ 639 milhões (o equivalente a R$ 1,167 bilhão) em caixa.

Na abertura da reunião sobre os rumos do programa, o secretário de Mudanças Climáticas e Qualidade Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, Carlos Klink, ressaltou o papel de liderança do Brasil no diálogo internacional sobre mudanças do clima, mas frisou que o país precisa intensificar as ações internas. “O Brasil tem tido um papel muito crucial nas negociações internacionais. Mas não quer apenas isso, quer ações concretas”, afirmou.

O plano de investimentos brasileiro para o Fip tem foco no Cerrado. Ele inclui a expansão do monitoramento de florestas do país para o bioma; o fortalecimento da agricultura sustentável e de baixo carbono na área e o apoio à conservação de florestas com a participação de comunidades locais.

Troca – A vice-gerente de programa do Fundo de Investimentos no Clima, Funke Oyewole, da Nigéria, disse acreditar que as discussões entre os países-piloto do Fip serão proveitosas. “É uma oportunidade muito boa de troca”, comentou. Além de representantes das nações, organizações não-governamentais como WWF e Global Witness enviaram participantes à reunião, organizada pelo MMA e se realiza na sede da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa).

Os dois primeiros dias do encontro serão de debates. Na quarta-feira, os visitantes serão levados para conhecer a Área de Proteção Ambiental (APA) Gama Cabeça de Veado, o Jardim Botânico do Distrito Federal e uma fazenda que pratica plantio sustentável de soja em Luziânia (GO). Mariana Branco/ MMA

0.0/60votes
Voting statistics:
RatePercentageVotes
60%0
50%0
40%0
30%0
20%0
10%0
Click to share thisClick to share this