0
março 6, 2015 Posted by GTA in Notícias da Rede GTA

Nota de repúdio da Rede GTA sobre declarações do CIMI

A Rede GTA vem a público, declarar seu repúdio em relação às calúnias que vem sendo publicadas pelo CIMI - Conselho Indigenista Missionário através dos jornais “Porantim” e “Nortão”.  Repudiamos as declarações feitas, por serem mentirosas e terem o único objetivo de promover o conflito entre os povos indígenas.

Lamentamos que um pequeno grupo de indígenas que foi manipulado e enganado por propostas econômicas, e que estão envolvidos com o roubo de madeira na Terra Indígena Sete de Setembro tenham recebido espaço junto à FUNAI - Coordenação Regional de Cacoal/Rondônia, junto ao Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI/Vilhena) e ao CIMI (Conselho Indigenista Missionário), sem que esses órgãos tenham feito uma averiguação pormenorizada dos fatos.

Repudiamos a atitude do CIMI e desses demais órgãos ao apoiar esse tipo de ilegalidade e contribuir para que essas pessoas consigam levar mais indígenas ao engano e desinformação sobre os reais projetos que envolvem benefícios de pequeno e longo prazo representando a sobrevivência das gerações futuras.

Repudiamos esses poucos indígenas que estão aliciados e envolvidos na destruição da floresta em beneficio próprio, sem se preocupar com a repartição de benefícios para as comunidades,

Denunciamos ainda que um indígena ao ser nomeado para uma função publica como Assessor de Saúde Indígena na Secretaria Especial de Saúde Indígena (Cacoal) use de sua função, use dos equipamentos, recursos e meios de transporte, ou seja, da maquina publica para promover articulações que subsidiam atividades ilegais de retirada de madeira prejudicando a comunidade indígena  invés de ajuda-la.

A Rede GTA quer alertar o público que o único objetivo desse pequeno grupo e dessas instituições é promover o conflito entre o povo para, desta forma, dominá-los e impedir a autonomia e o desenvolvimento sustentável do território indígena. Situações de divisão já vêm ocorrendo e podem ser verificadas na aldeia onde esse pequeno grupo liderado por esse Assessor de Saúde Indígena atua.

A Rede GTA conhece e acompanha há anos as discussões e estratégias de planejamento sustentável que são executadas pelos povos indígenas de Rondônia. Esses projetos objetivam garantir a vida das gerações futuras, a floresta em pé, a conservação dos animais, o desenvolvimento sustentável e a autonomia dos povos indígenas.

A Rede GTA não concorda que o CIMI promova manobras e manipulações enredando esse pequeno grupo de indígenas que possivelmente nao tem total consciência de suas ações.

Pedimos aos órgãos públicos que sejam mais atuantes na promoção e na proteção do território e direito do povo indígena e para os que roubam a madeira, que seja aplicada à lei.

Reconhecemos o protagonismo do Plano de 50 Anos na elaboração e implementação do Projeto Carbono Florestal Suruí.

Rubens Gomes

Presidente da Rede GTA

0.0/60votes
Voting statistics:
RatePercentageVotes
60%0
50%0
40%0
30%0
20%0
10%0
Click to share thisClick to share this