0
fevereiro 3, 2014 Posted by GTA in Notícias da Rede GTA, Protocolo Comunitário

PRIMEIRA OFICINA DO GTA NO ARQUIPELÁGO DO BAILIQUE SOBRE A CONSTRUÇÃO DO PROTOCOLO COMUNITÁRIO NO POLO IV – VILA PROGRESSO - AMAPÁ

Aconteceu a primeira oficina de construção do Protocolo Comunitário do Arquipélago do Bailique no Polo IV nos dias 30.01 e 01 de fevereiro de 2014. A oficina foi realizada na comunidade da Vila Progresso e contou com a participação de diversas lideranças, representando 10 comunidades do Polo IV e 3 dos Polos anteriores.

Escola Bosque Vila Progresso

A oficina contou com importantes representantes como, Eudimar dos Santos Viana, da Secretária de Estado do Meio Ambiente do Amapá (SEMA), o presidente da Associação dos moradores da Comunidade Vila Progresso, Elison Magalhães Amanajás, uma das coordenadoras do Movimento das Mulheres do Bailique (MMB) e também presidente da Associação dos Moradores da Comunidade Franquinho (AMOFRAN) Lucia Dias Santana e do presidente da Colônia Z-5 do Bailique Florivaldo Mota Rocha (Novo Paraíso).

As boas-vindas desta oficina foi contemplada pelas generosas palavras do senhor Dalton Rodrigues Sarjes (Comunidade Novo Paraíso) e também com uma oração e um canto das senhoras Rozena dos Santos Barbosa (Comunidade Jaranduba) e Dinailma Rodrigues Soares (Comunidade Novo Paraíso).

O projeto de construção do Protocolo Comunitário vêm utilizando o mesmo processo metodológico neste primeiro ciclo, onde os dados levantados servem como uma radiografia de cada comunidade presente. Em cada polo as informações relatadas são refletidas com bastante motivação e participação. A cada atividade elaborada pela metodologia do projeto os participantes se envolvem intensamente com suas próprias experiências e vão descobrindo novidades sobre as comunidades vizinhas, como também as diversas possibilidades para continuarem a se organizar. Os moradores das comunidades começam a perceber as semelhanças e diferenças entre cada comunidade da região, como também os problemas e necessidades comuns.

O resultado de cada oficina é transformado em um documento consulta (formulário) que está sendo aplicado para cada família das comunidades presentes nas oficinas.

No próximo mês (21 a 22.02) será realizada a última oficina do Ciclo I no Polo II na Ponta do Curuá.

Os próximos encontros estão sendo agendados para iniciar o segundo ciclo do projeto em cada polo.

Veja mais fotos:

Collage Vila Progresso
Click to share thisClick to share this