0
março 30, 2012 Posted by GTA in Notícias da Rede GTA

Rede GTA comemora 20 anos e escolhe nova diretoria

“O GTA sempre enfrentará grandes desafios, mas conta com a presença, a disposição para a luta e a esperança como poderosas virtudes” - Marina Silva.

Cerca de 150 representantes de nove estados da Amazônia se reúnem neste sábado, dia 30, em Santarém/PA, para comemorar os 20 anos de fundação da instituição. Além das solenidades de aniversário, as lideranças reunidas irão escolher a nova presidência da instituição.

A Rede GTA foi fundada no mesmo ano da Cúpula da Terra, a Rio92, quando

172 chefes de estado se reuniram no Rio de Janeiro para discutir formas de conciliar o desenvolvimento socioeconômico com a conservação dos ecossistemas.

Impulsionados por isso, jovens preocupados com as questões ambientais perceberam a oportunidade para se criar uma organização que, antes de tudo, conseguisse garantir voz aos povos da Amazônia.

“Durante os debates da Rio92, percebemos que Amazônia tinha entrado na pauta”, afirma Eugenio Scannavino, do Projeto Saúde e Alegria, primeiro vice-presidente da organização.

“Mas parecia que ali não Morava ninguém. Falava-se de floresta, bicho, água. Mas do bicho homem, nem uma linha”, diz ele. Vinte anos se passaram, muitas foram as dificuldades, mas a luta gerou frutos.

Hoje o GTA congrega cerca de 600 organizações e se tornou referência para as discussões políticas não só no que diz respeito ao meio ambiente, mas também ao direito de quem vive na e da floresta.

Rubens Gomes, atual presidente da organização, faz um balanço desses primeiros 20 anos e conclui que “houve erros, sim, mas teve muitos acertos também”.

Para ele, uma das lições que ficaram é que a organização nunca deve tomar posições partidárias. “Aproximar-se demais de bandeiras políticas, acaba por isolar a organização das necessidades de quem, de fato, é sua razão de existência: os povos da floresta”, afirma Rubens.

Sobre a sua gestão, Rubens diz que sua meta sempre foi profissionalizar melhor a instituição. Outro ponto positivo na avaliação dele foi a criação do Observatório do REDD, ação de participação democrática que busca transparência nos programas e projetos relacionados a REDD, governamentais ou não.

GTA+20 Sobre os próximos 20 anos, Rubens diz que a instituição enfrentará grandes desafios. E mudar a maneira como o governo federal enxerga a região será o principal deles.

“A Amazônia é o principal foco dos investimentos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento). Bilhões de reais estão vindo para cá, mas em detrimento da legislação ambiental que está sendo desmontada”, alerta.

“E é papel da Rede GTA dar voz aos movimentos sociais da Amazônia que sofrerão todos esses impactos”, conclui.

Serviço - A assembleia vai ocorrer durante toda a manhã de sábado.  Para mais informações, entrar em contato com Letícia Campos (61) 99496926 e-mail: comunicacao@gta.org.br

  Assessoria de Comunicação - Rede GTA  
Click to share thisClick to share this